Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Ruiva de Olhos Verdes

Ruiva de Olhos Verdes

Outra coisa estranha sobre mim - O CAFÉ

Seja verão ou inverno, seja no Alentejo ou no Douro, o que eu digo num café é: “Queria um café e um copo com gelo, se faz favor”.

Não porque tenho calor, muito menos por gostar de dar trabalho.

 

Eu não gosto do sabor do café quente.

 

Ou melhor: Eu adoro o sabor do café, mas não o consigo sentir se ele estiver quente. Aliás, quando o café está quente, a única coisa que sinto, é uma quantidade de líquido a escaldar que me queima a parte de dentro da boca e me deixa a lingua com textura de cortiça.

 

 

Não gosto disso.

 

E porque é que não peço o café frio (ou iced coffee, como os estrangeiros e eruditos lhe chamam)? Porque eu sou daquela espécie em vias de extinção que ainda coloca açucar no café. Logo, se me servirem o café gelado, ele não vai dissolver o açucar com tanta facilidade como quando está quente.

 

Portanto: Café quente (para dissolver o açucar) e copo com gelo (para arrefecer o café). Não é fácil?